Farmacovigilância

Home » O Hospital » Qualidade e Segurança » Farmacovigilância

Antes de ser liberado para comercialização pelos órgãos regulamentadores – no caso do Brasil a Anvisa,  um novo medicamento é submetido à rigorosa avaliação de eficácia, qualidade e segurança.

No entanto, após o uso do medicamento por uma grande quantidade de indivíduos ou por um longo período de tempo, são observadas reações adversas, na maioria graves e raras.

Dentro deste contexto, a Farmacovigilância busca detectar, avaliar, compreender e prevenir os efeitos adversos ou quaisquer problemas relacionados a medicamentos, que confirmados ou suspeitos, podem ser notificados ao Sistema Nacional de Notificações para a Vigilância Sanitária (Notivisa).